Páginas



Como esquecer o ex?



"O problema não é você, sou eu”, “Estou confuso”, “Você ficará melhor sem mim” (ridículo) ou “Queria experimentar novas oportunidades”. É inevitável, todo mundo passará por isso um dia!

Você acha que NUNCA vai conseguir superar a perda e pensa que vai morrer, afinal, é difícil esquecer quem algum dia já nos fez feliz. Mas calma, felizmente tudo nessa vida tem um jeito, e eu estou aqui pra te dar aquele empurrãozinho!

Chore: Antes de tudo, chore, afogue suas magoas, até que seque sua cachoeira de lágrimas, assim, quando a dor passar, erga sua cabeça e prepare-se para seguir em frente, dessa forma ficará mais fácil de começar o processo do "esquecimento"

Exclua-o de sua vida: Se ex fosse bom, não começava com ex de "exclua" da sua vida o mais rápido possível. E o primeiro passo para que isso aconteça é excluindo ele de suas redes sociais. Assim você não ficará "fuçando" nas fotos e vendo com quem e onde ele está, e irá evitar se lamentar porque a vida dele esta melhor (ou pior) que a sua.
Com certeza vocês terão fotos juntos, certo? exato, pega essas fotos, presentes que ele te deu e afins que se relaciona a quando vocês estavam juntos, coloque dentro de uma caixa e esqueça no fundo do guarda-roupa, onde você não terá visão.
Apague o número dele do seu celular, mesmo que você saiba de cor, as mensagens e fotos ainda salvas também. Não tenha dó, caso vocês voltem, terão novas mensagens e fotos para marcar o momento.
 Isso serve também para os lugares que frequentavam ou a lugares que você que o encontrara . De um tempo a esses lugares, por um tempo.

Não saia falando mal por ai:  Não importa se a culpa foi sua ou dele, nunca faça isso. Infelizmente, é a coisa mais comem de se ver hoje em dia, a pessoa ficou com fulano um bom/bastante tempo, foi feliz, e aí quando tudo acaba, sai falando mal do ex pra todo mundo, isso é ridículo e não pega bem. Não importa se vocês dois namoraram por um mês ou por um ano, se você ficou esse tempo com a pessoa, é porque estava feliz, ou melhor, ele te fez feliz, senão vocês nem haviam começado uma relação. Tudo bem estar com raiva, é normal, mas pense duas vezes antes de sair difamando quem um dia te arrancou sorrisos.

Não tente se lembrar das coisas ruins que vocês passaram: É o pior erro que todo mundo comete, tentar se lembrar de momentos ruins para esquecer o relacionamento passado, isso consequentemente te fará lembrar os momentos bons, e você ficará com saudade e vontade de reviver tudo novamente, te fazendo voltar atrás do ex, e aí que o negócio se perde de vez.
Então se remeta a pensar em outras coisas totalmente diferentes e que leve sua mente para longe.

Conheça novas pessoas: Não é porque seu relacionamento com o ex acabou, que você vai se trancar para novas amizades e novas paixões, quem sabe não rola um clima entre você e aquele gatinho que você paquerava sem saber. Mas estar sozinha não é motivo para sair com um cara só para esquecer o ex, isso sempre dá errado.
Então procure conhecer novas pessoas, não só como pretendentes, mas também como amigos. É sempre bom ter amigos para se divertir.
Conheça também novos lugares, coisas e gostos diferentes, isso vai te fazer lembrar quem você era antes do namoro e quem sabe descobrir uma nova pessoa em você.

Apesar de todas essas dicas, infelizmente, não há fórmula secreta para apagar de vez o "bofê" do coração. Mas não custa tentar, né !?
Então, é isso! Se você conseguiu voltar com o seu ex e esta feliz, ótimo, felicidades a vocês! Mas, se o trem desandou de vez, tente essas dicas, em alguma coisas elas te ajudaram!

Obs: Ainda estou com o meu primeiro namorado, ainda não tive nenhum ex, essas dicas são coisas que acho que todos deveriam fazer para esquecer, então se não deu certo pra você, tente de outra forma, afinal, é o que eu acho e não passei pela situação para saber ao certo o que fazer.
As dicas também servem para os garotos que querem esquecer suas damas, sempre refiro as meninas, pois é o publico alvo do blog.

Espero que tenham gostado! Beijos, até mais.

Acompanhem-me: Facebook    Instagram     Twitter







Resenha: O menino do pijama listrado - John Boyne























Olá meninas(os), tudo bem? Quanto tempo! A falta de tempo e a preguiça ando batendo na porta esses tempos ai, e acabou que eu fiquei longe daqui, fazer o que né?!

Mas não vamos perder tempo (mais do que já perdi), hoje eu vim aqui pra falar de um livro muito bom que eu li, e é bom mesmo, li em apenas 4 dias, QUATRO, isso mesmo. Acho que todo mundo já deve ter ouvido falar de O menino do pijama listrado né? Se não, corre, e vai ler logo, gente, que livro é esse, MEU DEUS :o, muito bom, leiam leias leiam.

Sinopse:
Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. 






















O começo do livro é chato, e super sem sal, é muito repetitivo, mas conforme as páginas vão se passando, a história vai ficando mais envolvente, ai não dá mais pra largar, principalmente quando se trata da amizade verdadeira de duas crianças, Bruno e Shmuel. 
A história se passa naquela época do nazismo, segunda guerra mundial, não está descrito, pois é contada através dos olhos de uma criança de nove anos, inocente, mas podemos perceber por alguns detalhes.
Bruno era filho do comandante e Shmuel era judeu e vivia do outro lado da certa, ou seja, nos campos de concentração .
A história gira em torno da amizade dos garotos, mas também dá pra se perceber outras coisas, tipo, a irmã dele com apenas 12 anos era muito assanhadinha pra época que se passa a história, os pais de Bruno sempre brigavam, a mãe parecia ter um caso com um soldado almofadinha que trabalhava pro marido dela e vivia na casa deles, eles levavam crianças e pessoas do campos de concentração para trabalhar na casa, etc.


Como eu já disse, e vou dizer de novo, o livro é muito bom, tem um final triste e que deixa com gosto de quero mais, é inacreditável (queria contar, mas não vou), essa história parece aquelas fábulas, com lições de moral, só que a moral desse livro pesa na alma, fazendo a gente refletir e pensar sobre a verdadeira amizade, as diferenças que nos tornam iguais.

To dizendo, se você quer um livro pra chorar, pensar, refletir e ler de novo, é esse.


Nunca tinha sentido vontade de ler esse livro, ai a professora de português passou um trabalho sobre esse bendito, ai eu comecei a ler, sem vontade, mas comecei e depois por incrível que pareça, não queria mais largar. Vamos assistir o filme também, que dizem ser totalmente diferente, ai eu conto pra vocês o que achei.























Bom pessoal, falei demais, mas acabei, eu sei que ficou uma porcaria a resenha, as fotos, mas é que faz tempo que eu não fazia nada do tipo, então perdi meio que a prática. Agora acabei!

Espero que tenham gostado! Comentem. Beijos


Acompanhem-me: Facebook   Instagram  Twitter

Unhas da vez: Maçã Envenenada - Avon

Olá meninas(os), tudo bom?

Faz tempo que não mostro minhas unhas aqui, pra falar a verdade faz tempo que não apareço aqui, a vida anda muito corrida, mas mesmo assim não deveremos deixar de nos cuidar.
 Pra essa semana eu escolhi o esmalte Maçã Envenenada da Avon, ele é um pink meio avermelhado muito bonito, é um tom de cor que eu adoro e repito sempre que possível.
 A cobertura é muito boa, com uma camada só já se é possível cobrir a unha toda sem manchar, mas sempre prefiro optar por duas camadas. 
Como já usei esse esmalte outras vezes, posso dizer que a durabilidade dele é ótima, em mim dura tranquilo mais ou menos uma semana, a única coisa que não gosto muito é que ele é meio grossinho, mas isso não interfere em nada.

Confiram:































Bom pessoal, é isso, espero que tenham gostado!  Beijos!

Acompanhem-me: Twitter  Instagram  Facebook

Meus materias escolares - 2014























Olá meninas(os), tudo bom?

Desde o ano passado eu queria fazer um post assim, mas eu comprei as coisas em cima da hora e não deu tempo,  então como esse ano eu comprei os materiais mais cedo decidi tirar fotos e fazer um post para mostrar para vocês.

Confiram:





















Começando pela bolsa, eu nem queria mochila esse ano, mas quando vi essa, gente, foi amor a primeira vista, e tive que levar. Ela é da coleção da Capricho desse ano, e é toda rosa/coral.






















Chaveirinho fofo e em francês que veio na bolsa. ♥






















Esse estojo eu comprei ano passando, porém não usei, e resolvi usar esse ano, ele é da Planet Girls.






















Comprei só 3 cadernos, 1 de educação artística e 2 de 10 matérias.






















Caderno de 10 matérias - Jolie Pet (Tilibra).






















Caderno de 10 matérias - Jolie Pet (Tilibra).

Caderno de Ed. Artística - Minnie (Tilibra).






















Régua e tesoura. 






















Canetas coloridas: Stabilo, Paper Mate e Compactor.


Corretivo (Bic), Ccnetas Bic (preta, azul e vermelha), lapiseira Faber-Castell, lápis de escrever (Jolie da Tilibra e Faber-Castell), grafite,borracha e apontador.

Foi um sacrifício achar uma agenda que atendesse a todos minhas necessidades, e essa da Tinker Bell é perfeita, tem tudo que preciso e mais um pouco, ela também é da Tilibra.

Bom pessoal, é isso! Gostaram dos meus materiais? E vocês, já compraram os seus? Espero que tenham gostado! Beijos.

Acompanhem-me: Twitter  Instagram  Facebook



Wishlist Literária: 15 livros que pretendo ler em 2014.






















 Olá meninas (os), tudo bom?

Uma da minhas metas para esse ano é ler muito, tenho uma lista enorme de titulos que quero ler, mas hoje eu vou mostrar só os que eu mais quero no momento.
Acho que não conseguirei adquirir e ler todos esse ano, mas a gente nunca sabe né.
Então, vamos lá! 

Confiram:

 A culpa é das estrelas:

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

 Como eu era antes de você:

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

A garota que você deixou para trás:

Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

Anna e o beijo Francês:

“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina... Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.” Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada... Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer? Stephanie Perkins escreveu um romance de estreia divertido, com personagens espirituosos que garantem dedos formigando e corações derretendo.

A Probabilidade Estatística do Amor Á Primeira Vista:

Com uma certa atmosfera de "Um dia", mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.

 Zumbis X Unicórnios:

Nesta antologia, editada por Holly Black e Justine Larbalestier, diversos contos apresentam fortes argumentos a favor de Zumbis de um lado e de Unicórnios de outro. Os argumentos, que incluem tanto pontos negativos e positivos de cada lado, são expostos por renomados autores, entre eles Cassandra Clare, Meg Cabot e Scott Westerfeld, que deixam clara sua preferência por um time ou outro.




 Êxtase:

 No quarto e último aguardado livro da série Fallen, Luce e Daniel estão juntos e parece que nada mais vai separá-los. O problema é que o destino amaldiçoado de uma mortal e de um anjo caído promete surpresas.
Lola e o garoto da casa ao lado:

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Deixe a neve cair:

Na noite de Natal, uma tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para encontros românticos. Em “Deixe a Neve Cair”, bem sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. E provam que o amor verdadeiro pode acontecer quando e onde menos se espera.


Um dia:

Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas — vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.
Um dia é um fenômeno editorial no Reino Unido, sucesso absoluto de crítica e público, e teve o roteiro adaptado para o cinema pelo próprio autor, David Nicholls. O filme, dirigido pela cineasta dinamarquesa Lone Scherfig, que também dirigiu Educação, traz a atriz Anne Hathaway no papel de Emma Morley.

Aconteceu em Paris:

Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris.
Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!
O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.

Feita de fumaça e osso:

Pelos quatro cantos da Terra, marcas de mãos negras aparecem nas portas das casas, gravadas a fogo por seres alados que surgem de uma fenda no céu.
Em uma loja sombria e empoeirada, o estoque de dentes de um demônio está perigosamente baixo.
E, nas tumultuadas ruas de Praga, uma jovem estudante de arte está prestes a se envolver em uma guerra de outro mundo.
O nome dela é Karou. Seus cadernos de desenho são repletos de monstros que podem ou não ser reais; ela desaparece e ressurge do nada, despachada em enigmáticas missões; fala diversas línguas, nem todas humanas, e seu cabelo azul nasce exatamente dessa cor. Quem ela é de verdade? A pergunta a persegue, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho.

O livro das Princesas:

As mais populares autoras contemporâneas norte-americanas, Meg Cabot ("Diário Da Princesa" e "A Mediadora") e Lauren Kate ("Fallen"), se unem às brasileiras e igualmente bem-sucedidas Paula Pimenta ("Fazendo Meu Filme") e Patricia Barboza ("As Mais") em uma coletânea que reinventa contos de fadas clássicos.




 Depois dos quize - Quando tudo começou a mudar:

Neste livro você encontra histórias, desabafos e segredos de Bruna Vieira, garota de 18 anos, colunista da revista Capricho e dona do blog "Depois dos Quinze", um dos mais influentes em moda, comportamento e internet para o público adolescente. Bruna apresenta aqui sua história em belíssimas crônicas que já conquistaram milhares de fãs, leitores e leitoras em sua coluna em suas redes sociais e em seu blog.



Extraordinário:

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


Então pessoal, vocês já leram algum desses livros? Se tiverem indicações, deixem nos comentários. Beijos!

Acompanhe - me:  Twitter  Instagram  Facebook




10 filmes que se passam em Paris.






















Olá meninas(os), tudo bom?

Eu sou apaixonada por Paris e sempre quis conhecer a cidade luz, e como não é sempre que o destino nos permite viajar, eu vou conhecendo os lugares através de filmes.

E já que a maioria de nós estamos de férias, nada melhor que passar os dias assistindo um filminho, e por isso que hoje eu trouxe 10 filmes que se passam em Paris para vocês conferirem.

Então, vamos lá!


1. Cinderela em Paris.
























Quando a importante editora de uma revista de moda (Kay Thompson) e seu principal fotógrafo Dick Avery (Fred Astaire) escolhem uma livraria para sua próxima sessão de fotos, Dick descobre o rosto encantador da balconista e filósofa amadora Jo Stockton (Audrey Hepburn). Em Paris, Jo logo se transforma em top model global…e acaba se apaixonando pelo fotógrafo que foi o primeiro a notar sua face luminosa e divertida.

2. Paris, te amo!


“Paris, Eu te amo” é uma Paris vista através dos olhos de aclamados diretores, cada um deles nos conta uma história que acontece nos diferentes distritos de Paris. O resultado é uma série de histórias sobre a alegria, a separação, os encontros inesperados e estranhos, e, sobretudo, sobre o amor. É olhar para esta cidade de uma forma que nunca foi imaginada e entender por que Paris é a cidade mais romântica do mundo.

3. Corcunda de Notre Dame.
























Em Paris, durante a Idade Média, vive Quasímodo, um corcunda que mora enclausurado desde a infância nos porões da catedral de Notre Dame. Um dia Quasímodo decide sair da escuridão em que vive e conhece Esmeralda, uma bela cigana por quem se apaixona. Para conseguir concretizar seu amor ele terá antes que enfrentar o poderoso Claude Frollo e seu fiel ajudante Febo.

4. Meia Noite em Paris.

 




















Gil (Owen Wilson) sempre idolatrou os grandes escritores americanos e sonhou ser como eles. A vida lhe levou a trabalhar como roteirista em Hollywood, o que fez com que fosse muito bem remunerado, mas que também lhe rendeu uma boa dose de frustração. Agora ele está prestes a ir a Paris ao lado de sua noiva, Inez (Rachel McAdams), e dos pais dela, John (Kurt Fuller) e Helen (Mimi Kennedy). John irá à cidade para fechar um grande negócio e não se preocupa nem um pouco em esconder sua desaprovação pelo futuro genro. Estar em Paris faz com que Gil volte a se questionar sobre os rumos de sua vida, desencadeando o velho sonho de se tornar um escritor reconhecido.

5. O fabuloso destino de Amélie Poulain.

 

Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.

6. Antes do pôr do sol.


Jesse (Ethal Hawke) e Celine (Julie Delpy) se conheceram por acaso em uma viagem de trem que ia de Budapeste a Viena, passando o dia juntos e se separando no início do dia seguinte. Nove anos depois eles se reencontram, novamente por acaso. Jesse agora é um conhecido escritor, enquanto que Celine trabalha para uma organização de proteção ao meio-ambiente. Jesse agora está em Paris para promover seu mais novo livro e, após reencontrar Celine, passa com ela algumas horas, onde discutem o que aconteceu em suas vidas em todos estes anos.

8. Moulin Rouge: o amor em vermelho.

Christian (Ewan McGregor) é um jovem escritor que possui um dom para a poesia e que enfrenta seu pai para poder se mudar para o bairro boêmio de Montmartre, em Paris. Lá ele recebe o apoio de Henri de Toulouse-Latrec (John Leguizamo), que o ajuda a participar da vida social e cultural do local, que gira em torno do Moulin Rouge, uma boate que possui um mundo próprio de sexo, drogas, adrenalina e Can-Can. Ao visitar o local, Christian logo se apaixona por Satine (Nicole Kidman), a mais bela cortesã de Paris e estrela maior do Moulin Rouge.

9. Monte Carlo.

Grace (Selena Gomez) consegue realizar o sonho de viajar para Paris com as amigas Meg (Leigthon Meester) e Emma (Kate Cassidy), mas o passeio revela-se um tanto decepcionante. O trio anda meio desanimado até o dia em que Grace é confundida com uma milionária inglesa chamada Cordélia e resolve assumir o papel. Muito luxo - e confusão - as espera em Monte Carlo.

E o melhor de todos:

10. Ratatouille.

Remy (Patton Oswalt) é um rato que sonha se tornar um grande chef. Só que sua família é contra a idéia, além do fato de que, por ser um rato, ele sempre é expulso das cozinhas que visita. Um dia, enquanto estava nos esgotos, ele fica bem embaixo do famoso restaurante de seu herói culinário, Auguste Gusteau (Brad Garrett). Ele decide visitar a cozinha do lugar e lá conhece Linguini (Lou Romano), um atrapalhado ajudante que não sabe cozinhar e precisa manter o emprego a qualquer custo. Remy e Linguini realizam uma parceria, em que Remy fica escondido sob o chapéu de Linguini e indica o que ele deve fazer ao cozinhar.

Espero que tenham gostado, e se vocês conhecem algum outro filme que se passa em Paris, deixe nos comentários. Beijos.

Acompanhem-me: Twitter  Instagram  Facebook