Maa Camilo

2 de julho de 2014

Como esquecer o ex?



"O problema não é você, sou eu”, “Estou confuso”, “Você ficará melhor sem mim” (ridículo) ou “Queria experimentar novas oportunidades”. É inevitável, todo mundo passará por isso um dia!

Você acha que NUNCA vai conseguir superar a perda e pensa que vai morrer, afinal, é difícil esquecer quem algum dia já nos fez feliz. Mas calma, felizmente tudo nessa vida tem um jeito, e eu estou aqui pra te dar aquele empurrãozinho!

Chore: Antes de tudo, chore, afogue suas magoas, até que seque sua cachoeira de lágrimas, assim, quando a dor passar, erga sua cabeça e prepare-se para seguir em frente, dessa forma ficará mais fácil de começar o processo do "esquecimento"

Exclua-o de sua vida: Se ex fosse bom, não começava com ex de "exclua" da sua vida o mais rápido possível. E o primeiro passo para que isso aconteça é excluindo ele de suas redes sociais. Assim você não ficará "fuçando" nas fotos e vendo com quem e onde ele está, e irá evitar se lamentar porque a vida dele esta melhor (ou pior) que a sua.
Com certeza vocês terão fotos juntos, certo? exato, pega essas fotos, presentes que ele te deu e afins que se relaciona a quando vocês estavam juntos, coloque dentro de uma caixa e esqueça no fundo do guarda-roupa, onde você não terá visão.
Apague o número dele do seu celular, mesmo que você saiba de cor, as mensagens e fotos ainda salvas também. Não tenha dó, caso vocês voltem, terão novas mensagens e fotos para marcar o momento.
 Isso serve também para os lugares que frequentavam ou a lugares que você que o encontrara . De um tempo a esses lugares, por um tempo.

Não saia falando mal por ai:  Não importa se a culpa foi sua ou dele, nunca faça isso. Infelizmente, é a coisa mais comem de se ver hoje em dia, a pessoa ficou com fulano um bom/bastante tempo, foi feliz, e aí quando tudo acaba, sai falando mal do ex pra todo mundo, isso é ridículo e não pega bem. Não importa se vocês dois namoraram por um mês ou por um ano, se você ficou esse tempo com a pessoa, é porque estava feliz, ou melhor, ele te fez feliz, senão vocês nem haviam começado uma relação. Tudo bem estar com raiva, é normal, mas pense duas vezes antes de sair difamando quem um dia te arrancou sorrisos.

Não tente se lembrar das coisas ruins que vocês passaram: É o pior erro que todo mundo comete, tentar se lembrar de momentos ruins para esquecer o relacionamento passado, isso consequentemente te fará lembrar os momentos bons, e você ficará com saudade e vontade de reviver tudo novamente, te fazendo voltar atrás do ex, e aí que o negócio se perde de vez.
Então se remeta a pensar em outras coisas totalmente diferentes e que leve sua mente para longe.

Conheça novas pessoas: Não é porque seu relacionamento com o ex acabou, que você vai se trancar para novas amizades e novas paixões, quem sabe não rola um clima entre você e aquele gatinho que você paquerava sem saber. Mas estar sozinha não é motivo para sair com um cara só para esquecer o ex, isso sempre dá errado.
Então procure conhecer novas pessoas, não só como pretendentes, mas também como amigos. É sempre bom ter amigos para se divertir.
Conheça também novos lugares, coisas e gostos diferentes, isso vai te fazer lembrar quem você era antes do namoro e quem sabe descobrir uma nova pessoa em você.

Apesar de todas essas dicas, infelizmente, não há fórmula secreta para apagar de vez o "bofê" do coração. Mas não custa tentar, né !?
Então, é isso! Se você conseguiu voltar com o seu ex e esta feliz, ótimo, felicidades a vocês! Mas, se o trem desandou de vez, tente essas dicas, em alguma coisas elas te ajudaram!

Obs: Ainda estou com o meu primeiro namorado, ainda não tive nenhum ex, essas dicas são coisas que acho que todos deveriam fazer para esquecer, então se não deu certo pra você, tente de outra forma, afinal, é o que eu acho e não passei pela situação para saber ao certo o que fazer.
As dicas também servem para os garotos que querem esquecer suas damas, sempre refiro as meninas, pois é o publico alvo do blog.

Espero que tenham gostado! Beijos, até mais.

Acompanhem-me: Facebook    Instagram     Twitter







12 de maio de 2014

Resenha: O menino do pijama listrado - John Boyne





 

















Olá meninas(os), tudo bem? Quanto tempo! A falta de tempo e a preguiça ando batendo na porta esses tempos ai, e acabou que eu fiquei longe daqui, fazer o que né?!

Mas não vamos perder tempo (mais do que já perdi), hoje eu vim aqui pra falar de um livro muito bom que eu li, e é bom mesmo, li em apenas 4 dias, QUATRO, isso mesmo. Acho que todo mundo já deve ter ouvido falar de O menino do pijama listrado né? Se não, corre, e vai ler logo, gente, que livro é esse, MEU DEUS :o, muito bom, leiam leias leiam.

Sinopse:
Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz ideia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. 






















O começo do livro é chato, e super sem sal, é muito repetitivo, mas conforme as páginas vão se passando, a história vai ficando mais envolvente, ai não dá mais pra largar, principalmente quando se trata da amizade verdadeira de duas crianças, Bruno e Shmuel. 
A história se passa naquela época do nazismo, segunda guerra mundial, não está descrito, pois é contada através dos olhos de uma criança de nove anos, inocente, mas podemos perceber por alguns detalhes.
Bruno era filho do comandante e Shmuel era judeu e vivia do outro lado da certa, ou seja, nos campos de concentração .
A história gira em torno da amizade dos garotos, mas também dá pra se perceber outras coisas, tipo, a irmã dele com apenas 12 anos era muito assanhadinha pra época que se passa a história, os pais de Bruno sempre brigavam, a mãe parecia ter um caso com um soldado almofadinha que trabalhava pro marido dela e vivia na casa deles, eles levavam crianças e pessoas do campos de concentração para trabalhar na casa, etc.


Como eu já disse, e vou dizer de novo, o livro é muito bom, tem um final triste e que deixa com gosto de quero mais, é inacreditável (queria contar, mas não vou), essa história parece aquelas fábulas, com lições de moral, só que a moral desse livro pesa na alma, fazendo a gente refletir e pensar sobre a verdadeira amizade, as diferenças que nos tornam iguais.

To dizendo, se você quer um livro pra chorar, pensar, refletir e ler de novo, é esse.


Nunca tinha sentido vontade de ler esse livro, ai a professora de português passou um trabalho sobre esse bendito, ai eu comecei a ler, sem vontade, mas comecei e depois por incrível que pareça, não queria mais largar. Vamos assistir o filme também, que dizem ser totalmente diferente, ai eu conto pra vocês o que achei.























Bom pessoal, falei demais, mas acabei, eu sei que ficou uma porcaria a resenha, as fotos, mas é que faz tempo que eu não fazia nada do tipo, então perdi meio que a prática. Agora acabei!

Espero que tenham gostado! Comentem. Beijos

Acompanhem-me: Facebook   Instagram  Twitter

25 de fevereiro de 2014

Unhas da vez: Maçã Envenenada - Avon

Olá meninas(os), tudo bom?

Faz tempo que não mostro minhas unhas aqui, pra falar a verdade faz tempo que não apareço aqui, a vida anda muito corrida, mas mesmo assim não deveremos deixar de nos cuidar.
 Pra essa semana eu escolhi o esmalte Maçã Envenenada da Avon, ele é um pink meio avermelhado muito bonito, é um tom de cor que eu adoro e repito sempre que possível.
 A cobertura é muito boa, com uma camada só já se é possível cobrir a unha toda sem manchar, mas sempre prefiro optar por duas camadas. 
Como já usei esse esmalte outras vezes, posso dizer que a durabilidade dele é ótima, em mim dura tranquilo mais ou menos uma semana, a única coisa que não gosto muito é que ele é meio grossinho, mas isso não interfere em nada.

Confiram:































Bom pessoal, é isso, espero que tenham gostado!  Beijos!

Acompanhem-me: Twitter  Instagram  Facebook

25 de janeiro de 2014

Meus materias escolares - 2014























Olá meninas(os), tudo bom?

Desde o ano passado eu queria fazer um post assim, mas eu comprei as coisas em cima da hora e não deu tempo,  então como esse ano eu comprei os materiais mais cedo decidi tirar fotos e fazer um post para mostrar para vocês.

Confiram:





















Começando pela bolsa, eu nem queria mochila esse ano, mas quando vi essa, gente, foi amor a primeira vista, e tive que levar. Ela é da coleção da Capricho desse ano, e é toda rosa/coral.






















Chaveirinho fofo e em francês que veio na bolsa. ♥






















Esse estojo eu comprei ano passando, porém não usei, e resolvi usar esse ano, ele é da Planet Girls.






















Comprei só 3 cadernos, 1 de educação artística e 2 de 10 matérias.






















Caderno de 10 matérias - Jolie Pet (Tilibra).






















Caderno de 10 matérias - Jolie Pet (Tilibra).

Caderno de Ed. Artística - Minnie (Tilibra).






















Régua e tesoura. 






















Canetas coloridas: Stabilo, Paper Mate e Compactor.


Corretivo (Bic), Ccnetas Bic (preta, azul e vermelha), lapiseira Faber-Castell, lápis de escrever (Jolie da Tilibra e Faber-Castell), grafite,borracha e apontador.

Foi um sacrifício achar uma agenda que atendesse a todos minhas necessidades, e essa da Tinker Bell é perfeita, tem tudo que preciso e mais um pouco, ela também é da Tilibra.

Bom pessoal, é isso! Gostaram dos meus materiais? E vocês, já compraram os seus? Espero que tenham gostado! Beijos.

Acompanhem-me: Twitter  Instagram  Facebook



Translate